sexta-feira, janeiro 16, 2009

acabo chegando a mim

-Vc está aí?
-Olá! Sim, hoje estou.
-Vc andou sumindo de mim?
-De jeito nenhum. Algum trabalho, é tudo.
-Então vc conhece mesmo a Rua Augusta?
-Não a conheço, apenas a vi, apenas senti um pouco de tudo aqui e ali. Espécie de conhecimento visual e olfactivo.
-O quê vc está fazendo agora?
-A falar contigo. Mas olha lá, qual a tua profissão?
-Sou estudante.
-Hum....Estudante de quê?
-Estudante de história.
-Hum...E para que te serve a história?
-Bem não sei bem ainda, já estudei direito, agora é a história. Acho que a história me serve para eu me estudar.
-Hum...interessante. Queres então dizer que aquilo que os outros foram e fizeram é uma espécie de espelho teu?
-De modo nenhum. Mas comparando acabo chegando a mim.
-Chegas sempre a ti?
-Algumas vezes.
-Espera, telefone toca.