segunda-feira, novembro 13, 2006

Eu, Ilser

Bom dia. Chamo-me Ilser e, tal como disse o Armando, aqui escreveremos cartas de amor. Não, não teremos pudor, nem ele nem eu.